Psicologia Clínica - Dra. Inês Maria de Oliveira Reis

Crianças, Adolescentes e Adultos - CRP 11/1443
Home
Curriculum e Experiência
Diagnósticos
Atendimento Online
Marcação de Consultas
Convênios e Particulares
Privacidade

Seja bem-vindo!

 

O que é um acompanhamento psicológico?

 

Psicoterapia (ou acompanhamento psicológico)  vem da palavra therapia;  que significa tratar, cuidar e da palavra psique que se refere à mente. Psicoterapia é um processo de busca e ajuda, de auto-conhecimento e de desenvolvimento pessoais. Este processo de auto-conhecimento traz ao paciente significantes benefícios, tais como: redução do nível de estresse, melhoria das relações interpessoais e sociais, resolução de conflitos internos, bem como explicações para os seus sentir, pensar e agir.

 

Através da psicoterapia, o paciente aprenderá a lidar com as suas crises pessoais, frustrações, conflitos conjugais e familiares, ansiedades/angústias, depressões, vazios, perdas e lutos, distúrbios psicossomáticos, problemas nas transições entre as fases da vida, etc. Contudo, faz-se necessário destacar que psicoterapia requer um desejo do paciente para o tratamento. Infelizmente, sem esse desejo, o trabalho não é possível.  Terapia envolve comprometimento de ambas as partes, terapeuta e paciente!

 

Consulta inicial ou primeira entrevista

 

As primeiras entrevistas são muito importantes. Nelas você observará como se sente comigo  e eu observarei se sou a pessoa indicada para lhe ajudar . Durante esta consulta, buscarei compreender suas dificuldades  e também suas qualidades. Serei capaz de lhe dar um retorno sobre o que penso estar acontecendo, bem como o que acredito que deva ser feito para que você alcance os seus objetivos.

 

Será um trabalho mútuo. Ambas as partes deverão ter o desejo sincero de realizarem esse trabalho.  Sem esse desejo, os resultados não acontecem.  Terapia envolve comprometimentos emocionais, mentais, horários e financeiros. Em assim sendo, você deve ser cuidadoso(a) ao escolher  o seu terapeuta. 

 

Acompanhamento de menores

 

Se você for menor de idade, antes de começarmos o seu tratamento eu terei uma entrevista com os seus pais ou responsáveis. Nessa entrevista eu procurarei ouvir o que eles têm a dizer a seu respeito, bem como os instruirei sobre o seu tratamento; sempre de forma a não comprometer a nossa confidencialidade  e a sua privacidade. Antes de conversar com seus pais ou responsáveis, eu procurarei expor a você o que será falado.

 

Você será informado, da melhor forma possível, sobre tudo que for trazido na entrevista. O meu compromisso de confidencialidade é com você. Somente em situações onde eu julgue que há grande  risco de você vir a se machucar ou a machucar a alguém é que eu entrarei em contato com seus responsáveis e os colocarei a par da minha preocupação.

 

Frequência das consultas

 

As consultas acontecem com uma frequência que pode variar de uma vez por semana  até cinco vezes  por semana; dependendo do caso em questão, bem como da disponibilidade do paciente ao tratamento. As consultas têm duração de 50 minutos contínuos, onde o paciente é convidado a falar de suas dificuldades.  

 

Duração do tratamento

 

A duração do tratamento varia de caso para caso. Em geral o paciente determina até quando quer continuar o seu tratamento.  Porém,  caso o terapeuta  verifique a necessidade de contínuo, ele irá informar ao paciente a importância que o seu tratamento tem, bem como aconselhará a continuação do mesmo.

 

Não se esqueça que é a sua vida que está em jogo e ela vale todo o esforço da sua parte. Nem sempre a terapia será agradável. Você irá se deparar com questões pessoais difíceis e isso poderá trazer um certo desconforto.  Com o tempo, contudo, você verá que vale a pena, pois você vale a pena!

 

Direitos do paciente

 

É de direito do paciente decidir se quer interromper sua terapia ou não. Procurarei trazer e discutir os motivos por detrás de tal decisão com você pessoalmente. Espero que possamos encontrar qual está sendo a sua dificuldade e superá-la, a fim de que seu acompanhamento continue a lhe oferecer  benefícios.  O paciente tem o direito de trocar de terapeuta se assim vier a desejar.

 

Eu me colocarei a disposição de buscar ajudá-lo a superar o problema em questão, mas, caso eu não consiga, me disponibilizo a dar referências de outros(as) profissionais que possam lhe ajudar. Lembre-se de que sempre buscarei o que for de melhor para você! Uma vez interrompendo sua terapia, o paciente tem o direito de decidir recomeçá-la a qualquer momento que ele assim desejar e ficarei muito feliz em puder ajudá-lo novamente.  É de direito do paciente ter tudo o que fora conversado em terapia guardado entre nós (eu e o paciente).

 

Jamais trarei para fora do "setting" algo que diga respeito ao paciente apenas. Trata-se do sigilo profissional, o qual procuro seguir rigorosamente. As nossas conversas pertencem a você e não a mim. Assim sendo, somente você poderá compartilhá-las com outras pessoas. Caso venha a ser necessária uma discussão sobre o seu caso com um outro profissional (por exemplo, médicos, outros psicólogos, assistentes sociais,etc), requererei, se possível por escrito, uma autorização antes da sua parte.

 

Como me contactar 

 

Em geral você não conseguirá falar comigo imediatamente. Todavia, a secretária da clínica está lá para ajudá-lo também. Você pode deixar o seu recado no (85) 3264-1000 que ela me repassará e eu o contactarei em seguida. Outra forma é através do meu e-mail ines@inesreispsicologia.com . Todos os dias eu verifico minhas mensagens, cerca de duas vezes ao dia e o acesso ao meu e-mail é exclusivamente confidencial. Em situação de risco de vida, busque imediatamente uma emergência! O médico de plantão oferecerá ajuda imediata para você.  Caso julgue necessário, ele entrará em contacto comigo e eu o instruirei da melhor forma possível.